ANS publica comunicado e atende reivindicações da ABRAIDI e outras associações da saúde

ANS publica comunicado e atende reivindicações da ABRAIDI e outras associações da saúde

ANS publica comunicado e atende reivindicações da ABRAIDI e outras associações da saúde
  • Informativo da Agência esclarece que tratamentos contínuos não devem ser interrompidos e cirurgias eletivas não estão proibidas
  • A Agência Nacional de Saúde Suplementar publicou em 16 de abril, uma nota de alerta com o seguinte título: “cuidados com a saúde não podem parar”. O informativo da ANS vai ao encontro às reivindicações da Associação Brasileira de Importadores e Distribuidores de Produtos para Saúde – ABRAIDI, com base em relatos e reclamações de empresas associadas. 
  • A ANS destaca que “no momento em que a sociedade de maneira geral está empenhada no sentido de frear o crescimento de casos de contaminação pelo coronavírus, praticando o distanciamento social e evitando sair de casa, há alguns pontos relevantes que precisam ser considerados sobre os cuidados que todos devem ter com a saúde” e elenca três pontos fundamentais.
  • O primeiro item do comunicado da ANS diz que os “tratamentos continuados não podem ser interrompidos, sob pena de colocarem em risco a vida dos pacientes”, depois seguido pelos “atendimentos de urgência e emergência que devem ser realizados imediatamente” e, por fim, o esclarecimento que as “internações e cirurgias eletivas não estão proibidas”.
  • A Agência detalha cada um dos pontos que podem também ser conferidos no link: http://www.ans.gov.br/aans/noticias-ans/coronavirus-covid-19/coronavirus-todas-as-noticias/5479-alerta-da-ans-cuidados-com-a-saude-nao-podem-parar.
  • Em 30 de março, a ABRAIDI organizou e foi signatária, juntamente com ABIIS, Abimed, Abimo, Abramed, CBDL, CMB, CNSaúde, FBH e Fehoesp, de um ofício para o presidente da ANS, Rogério Scarabel Barbosa, se posicionando conjuntamente com as demais associações contrária às recomendações da Agência de adiamento e cancelamento de procedimentos eletivos e exames não urgentes que comprometeriam a saúde das pessoas e a sustentabilidade do setor. Em 13 de abril, a ABRAIDI encaminhou comunicado aos associados informando novas exceções para atendimentos eletivos determinadas pela ANS, após posicionamento da ABRAIDI e entidades coirmãs.
  • “O informativo agora da ANS é uma vitória de todo o setor que teve participação ativa da ABRAIDI. Estamos atentos às dificuldades enfrentadas pelas empresas associadas, num momento de tantas transformações e que nos exige posicionamentos e articulações ágeis para minimizar os efeitos desta crise sanitária”, esclarece o diretor-executivo da ABRAIDI, Bruno Bezerra.
  • As dúvidas dos associados ou distorções constatadas podem ser encaminhadas para o email: consultas@abraidi.com.br.



Fonte: DocPress - Assessoria de Imprensa

Galeria de Fotos
Voltar